segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Falta afinar o ataque!

Sem jogo europeu a meio da semana, o FC Porto tinha tudo para se apresentar bem mais fresco, física e mentalmente, do que no jogo frente ao Beira-Mar. E assim foi! A intensidade colocada em campo foi bem mais alta e constante do que em jogos anteriores. Era importantíssimo chegar à pausa de Natal na frente da Liga. Estamos a chegar a uma altura do campeonato em que os pontos estão a ficar muito “caros”, principalmente para o trio da frente!
É claro que as ausências de Olberdam, Roberto Sousa e Rafael Miranda condicionaram um pouco o jogo do Marítimo (era como se o FC Porto, de uma assentada, ficasse sem Fernando, Moutinho e Belluschi), que ainda assim revelou organização e bom posicionamento. No entanto, isso não retira mérito à nossa vitória. O FC Porto respeitou e estudou o seu adversário.
Agora, encontrada a estabilidade, é altura do ‘FC Porto de Vítor Pereira’ ir à procura de estender o bom futebol aos últimos 30 metros do campo. Falta afinar o ataque: o futebol de Djalma é confuso e precipitado, e Hulk não pode desequilibrar nas alas e, ao mesmo tempo, aparecer no meio a finalizar. Estas opções de recurso que Vítor Pereira tomou podem ter ajudado a equipa a encontrar equilíbrio e harmonia nesta fase mais crítica, no entanto, com estas adaptações será difícil atingir o nível da época passada. Aumenta a expectativa para a reabertura do mercado, para a chegada de Danilo e para a definitiva afirmação de Iturbe. Mas ficam duas certezas: voltou a ser difícil marcar golos ao FC Porto e os jogadores estão agora bem mais comprometidos com o jogo.
Agora, depois da estreia na Taça da Liga e das mini-férias de Natal, segue-se o ‘clássico’ com o Sporting. Apesar de não ser um jogo decisivo para a atribuição do título, o Sporting-FC Porto vai ser fundamental para a saúde psicológica e auto-estima do campeão: será a terceira tentativa de afirmação do ‘FC Porto de Vítor Pereira’ depois de não ter sido bem sucedido nas duas primeiras (empates com Benfica e Zenit). Desta vez vai valer mais que 3 pontos!

3 comentários:

Anónimo disse...

caríssimos, nada como um cheirinho a Cebola para fazer chorar quem já se preparava para comemorar algo em que terá que colocar mais empenho do que campos inclinados, arbitragens tendenciosas, mergulhos para a piscina transformados em penalidades máximas «e que assim»... foi ouro sobre azul, onde até o sôr Vítor esteve bem :D somos Porto!, car@go! «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»! saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todos vós! ;) Miguel | Tomo II
Por ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ em Incertezas em 18-12-2011

Anónimo disse...

caríssimos, nada como um cheirinho a Cebola para fazer chorar quem já se preparava para comemorar algo em que terá que colocar mais empenho do que campos inclinados, arbitragens tendenciosas, mergulhos para a piscina transformados em penalidades máximas «e que assim»... foi ouro sobre azul, onde até o sôr Vítor esteve bem :D somos Porto!, car@go! «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»! saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todos vós! ;) Miguel | Tomo II
Por ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ em Incertezas em 18-12-2011

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

caro Ricardo, caríssimas(os),

devido a « cenas que me assistem », estarei ausente nos próximos (longos?) tempos. portanto e até ao meu regresso:

votos de Boas Festas! e de um próspero Ano Novo de 2012!, para todas(os) vós e para os que vos são mais queridos! :)

e não esquecer que:
somos Porto!, car@go!
«este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todos vós! ;)

Miguel | Tomo II