segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Campeonato vs Liga dos Campeões


A melhor forma de preparar um jogo da Liga dos Campeões é vencer o jogo de campeonato que o antecede, só dessa forma é possível ter os jogadores mais disponíveis em termos físicos e mentais na ‘Champions’. Agradou-nos que o FC Porto e Vítor Pereira tenham concentrado todos os esforços no jogo frente ao Beira-Mar. A possível passagem aos Quartos-de-final da Liga dos Campeões não deve ser vista como uma obrigação. Responsabilidade no campeonato, prazer na ‘Champions’! 
Em nossa opinião, estando a disputar um campeonato palmo a palmo com o maior rival (Jorge Jesus mantém a soberba, mas está a gerir melhor o físico e as expectativas), o FC Porto só se pode dar ao luxo de planear com mais cuidado os jogos da ‘Champions’ relativos à 1ª fase, pois a passagem aos Oitavos-de-final é preciosa para um clube de um país periférico e com um mercado insignificante em termos de televisão, publicidade e quotização. É provável que, das 16 equipas presentes nesta fase da prova, só 3 (Celtic, Galatasaray e Shakthar) fiquem próximas dos valores que o FC Porto embolsa com aqueles 3 itens. Os restantes clubes, estando inseridos nos mercados de Espanha, Itália, Alemanha, França e Inglaterra, apresentam argumentos financeiros que só a criatividade e a competência que a estrutura do FC Porto tem revelado podem combater.
Não tenhamos ilusões, os objectivos do FC Porto devem ser claros: ultrapassar o Málaga (tem um grande treinador, o astuto e perspicaz Manuel Pellegrini), esperar que o sorteio dos Quartos seja simpático e concentrar todos os esforços no campeonato! 

2 comentários:

Anónimo disse...

I am extгemеly imprеѕsеԁ
wіth уour ωriting skillѕ as well аs with thе
lаyout оn youг weblog. Is this а рaiԁ thеme or diԁ you modіfy it yoursеlf?
Either way κeep up the nice quality writing, it is rаrе to see a nicе blοg like this one
today.

my blоg poѕt V2 Cigs reviews

Armando Pinto disse...

Estamos no comando, que é o que importa, e só não isolados pela ajuda da arbitragem aos mouros, naquele jeito já nos descontos do jogo mourisco... Aquilo nunca na vida foi penalti, só se entende pela roubalheira com que os mouros estão a ser beneficiados. Em todos os jogos deles sempre que estão à rasca aparece ou um penalti salvador ou uma expulsão de adversários que mais estejam a defender bem, diante deles... Foi um escândalo,que a comunicação social da capital do império tenta branquear. Isto só mostra como o país está a andar para trás, tal como na política de miséria salazarenta, também no futebol de desonestidade à maneira dos tempos de Calabote. Enfim... só nisto falta o povo cantar a Vila Morena, entre os que não têm olhos fechados e têm dois dedos de testa.