quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Que grande barrigada!

As eliminatórias da Taça de Portugal são como uma final: é sempre para ganhar! Hoje, mais do que jogar bem ou marcar muitos golos, pedia-se ao FC Porto que garantisse as meias-finais da competição. Não se tratava de compensar o atraso de 6 pontos na Liga, mas de abrir caminho a mais uma presença no Jamor (se ultrapassar o seu adversário das meias-finais, o FC Porto atinge a 27ª final da Taça de Portugal).
Desta vez, o FC Porto foi suficientemente convincente para evitar levar o jogo para as ingratas grandes-penalidades (foi dessa forma que foram decididas as duas últimas eliminatórias da Taça de Portugal jogadas entre os dois clubes). Mas, sinceramente, não esperávamos outra coisa. Depois da goleada e das excelentes indicações que o FC Porto deu na Choupana, não vencer o Sporting no jogo de hoje seria sempre uma mini-decepção. Não contávamos era que o Sporting fosse completamente atropelado: 5-2!!!
Mesmo enfrentando uma autêntica campanha negra na imprensa indígena, o FC Porto tem conseguido manter a lucidez e os seus objectivos alcançáveis (apesar do atraso na Liga, estamos nos Oitavos-de-final da ‘Champions’, nas meias-finais da Taça de Portugal e da Taça da Liga).
De facto, a chegada de Rúben Micael (e o novo posicionamento de Belluschi, que joga praticamente ao lado de Fernando e está a ser o grande responsável pela boa qualidade de passe na primeira zona de construção) trouxe tudo ao FC Porto. Estamos a jogar com muita confiança!
É quase inexplicável como apenas um jogador pode contagiar toda uma equipa e aumentar, quase exponencialmente, a qualidade de jogo e a alegria colocada em campo. Vamos lá ver se não estamos a chegar tarde à época 2009/10…
Positivo (+):
- a segurança e qualidade de posse de bola do FC Porto;
- Mariano Gonzalez (que grande surpresa!), além da habitual generosidade e disciplina táctica, o argentino permitiu que, desta vez, o FC Porto atacasse com 11 jogadores;
- Maicon, que foi uma autêntica muralha;
- a ‘sociedade’ Belluschi-Rúben Micael;
- os golos e o trabalho de ponta-de-lança de Falcão (letal a marcar e inteligentíssimo a jogar de costas para a baliza), um verdadeiro… gladiador!
- o posicionamento em campo da equipa do FC Porto (mérito de Jesualdo!);
Negativo (-):
- a perda de bola (mais uma!) de Fucile que deu origem ao primeiro golo do Sporting;

5 comentários:

Dragaopentacampeao disse...

Em minha opinião, esta é a melhor forma de responder aos detractores que não olham a meios para atingir os fins.

Bela exibição, finalmente, a primeira de uma sequência que nos colocará no rumo certo para o Penta. Pelo menos é o que todos nós esperamos.

O futebol tem destas surpresas! Um elemento apenas pode galvanizar os restantes e devolver-lhes a confiança, contagiando com a sua capacidade técnica a sua visão de jogo, a sua inteligência e a sua entrega. Falo naturalmente do homem do momento: Ruben Micael. Bem haja por ter escolhido o nosso emblema para dar largas à sua vocação.

Estamos naturalmente eufóricos pela vitória categórica frente a um dos rivais, que relembro, tem sido, principalmente nos últimos quatro anos, o principal concorrente no Campeonato e nas Taças.

Espero que esta exibição seja o arranque definitivo para um fim de época de sonho.

Um abraço

The Blue One disse...

Finalmente o nosso FC Porto dá o grito de revolta e mostra que está ai para derrubar quem andou a gozar até agora com todo o Universo Azul e Branco.

O primeiro caluniador a ser atingido por esta estrondosa vitória foi o Diogo Quintela que por esta altura deve estar a preparar mais uma das suas palhaçadas que o pessoal da Bola e do Benfica adoram.

Penso que o ataque dos Anti Porto vai ser ainda mais feroz, pois o Medo começara a tomar conta deles. Nas não perdem pela demora, pois um por um receberão a devida lição por parte do Dragão. Que continuem a falar e a escrever mal de nós.

Micael é que tem sido o Comandante de uma equipa que andava perdida até aqui... Vamos a ver se a Liga da Treta não inventa uma suspensão para o Madeirense.

Varela tem estado sublime e Falcao tem me dadao muitos motivos para o idolatrar em vez de criticar, pois deixou de ser um Ponta de Lança fixo para passar a ser um Avançado móvel que aparece na hora certa para marcar o seu golo.

Tenho muita Fé e esperança que o FC Porto conquiste o Penta. Basta que continue a jogar á Guerreiro e a derrubar tudo e todos.

Grande abraço e saudações Portistas!!!

Anónimo disse...

Antes de mais, como desportista e amante do futebol, regozijo-me pelo fantástico jogo a que se assistiu. Assim vale a pena ver futebol, que não precisa de "túneis", trapalhadas e decisões arbitrárias dos mandantes sulistas. Por isso, parabéns às duas equipas, FC Porto e Sporting.
Como portista estou eufórico com a qualidade de jogo do nosso grupo: entrega total, excelente movimentação, inteligência ao serviço da equipa, espectaculares golos, óptimo desempenho colectivo, excelente desempenho individual. E parabéns ao meu conterrâneo (Mirandela) Jesualdo Ferreira para quem deve ir a primeira atribuição de mérito nesta fantástica vitória. Mas pergunto? Onde estava este Porto?! Não "embandeiremos em arco", continuemos a trabalhar, contra tudo e contra todos.
Fernando Moreira - V. Real

v.a.s.c.o. disse...

O Processo "Apito Encarnado" enviado ao Procurador Geral da Republica.

Na sua totalidade aqui:

http://sectorofensivo.blogspot.com/2010/02/apito-encarnado.html

Anónimo disse...

Depois do que vi hoje no jogo de Setúbal, já nada me estranha, querem o clube do Sócrates campeão. Um golo mal anulado ao Setúbal, um penalti nos descontos super duvidoso mais uns quantos fora de jogos mal assinalados ao Vitoria.
Mantendo as exibições dos dois últimos jogos, somos campeões.