sábado, 24 de novembro de 2007

A importância das modalidades amadoras

Enquanto a bola de futebol não volta a rolar, o "blog" aproveita para relembrar a importância das modalidades amadoras e homenagear a que mais títulos tem vencido: o hóquei em patins. Nos últimos 25 anos, o FC Porto foi campeão nacional por 16 vezes e venceu 6 competições internacionais!
Apesar de ser das modalidades com maior orçamento, o hóquei continua a ser a modalidade amadora mais acarinhada pelos sócios e adeptos do clube. Para isso muito contribuiu a saga vitoriosa dos anos 80 que outras modalidades, como o Basquetebol e o Andebol, nunca tiveram. Jogadores como Vítor Hugo, Frankelim, Tó Neves, Realista, António Alves, Vitor Bruno e Cristiano Pereira, entre outros, ficarão para sempre na nossa memória. Foi nesse período que o FC Porto coleccionou títulos a nivel nacional e internacional.
Mas é pena que a aposta no hóquei não se estenda ás outras modalidades, que têm visto o seu orçamento ser reduzido enquanto que no futebol há jogadores sob contrato que nunca vestiram a camisola do FC Porto. Apesar de tudo, o FC Porto tem conseguido rivalizar com outros clubes que dispõem de maior orçamento como o ABC, no Andebol, e a Ovarense, no Basquetebol.
A expansão do eclectismo é que parece estar fora dos projectos da Direcção do clube. É pena que não seja feito um esforço para recuperar modalidades como o Ciclismo e o Voleibol.
O clube devería ter uma estrutura própria que acompanhásse o dia-a-dia das modalidades amadoras e que garantisse o seu auto-sustento com recurso à publicidade e à quotização. Não sería de excluir, depois da inauguração do novo «Dragãozinho», a hipótese de ser criada uma quota especial destinada apenas às modalidades amadoras. E porque não direccionar uma percentagem das receitas da SAD para as outras modalidades?

3 comentários:

Adriano Correia disse...

Amigo Ricardo Vara:


Esta sua reflexão (correcta) não é virgem.

E eu, até corroborei em tempos, acrescentando algo mais.

Lembra-se?

Para começar, chama «Dragãosinho» ao... Ginásio. Porque há que ter medo das palavras?

Acha que com 2.007 lugares é digno que se chame... Pavilhão?

O elogio (justo) que faz ao hóquei só acontece pelos êxitos nos... ultimos 25 anos, mas da inteira responsabilidade de um homem que se chama... ILIDIO PINTO.

O que será o hóquei pós... Ilidio Pinto? Reflicta.

O andebol (a quem sempre faltou uma «alma») já teve os dias contados e, mais ano menos ano...

Lembra-se do que sucedeu há dez anos ao andebol?

Depois de ameaça de extinção, foi campeã (31 anos depois) e o senhor presidente... a chorar lágrimas de crocodilo.

«Alma» essa, que não faltou no basquetebol, durante muitos anos, incorporado no recentemente falecido... MATOS PACHECO.

E não estivesse na Sad o antigo atleta Fernando Gomes...

Reflicta também aqui.

Falou no ciclismo e no voleibol.

Esqueceu-se do hóquei campo... que foi a «escola» do senhor Pinto da Costa.

Todas estas modalidades existiam há... 25 anos. Assim como existia património.

Bom, mas não existindo essas, pelo menos que propocionassem a visão dos troféus conquistados, num MUSEU digno do Clube... e que não existe.

Pode ser que, daqui a TRES anos, como «bandeira» eleitoral, Pinto da Costa prometa a sua construção como... recandidatura

Que tristeza.

Um abraço.



Um abraço.

Ricardo Vara disse...

Adriano Correia, o meu muito obrigado por lembrar a questão relativa ao museu. Espero abordá-la num próximo "post".

Adriano Correia disse...

Amigo Ricardo Vara:


Estarei atento.

Espero que seja justo e «zele» os interesses do... FC PORTO.

Um abraço