terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Nos Oitavos, naturalmente!

Foi com naturalidade que o FC Porto acedeu aos Oitavos. O Besiktas, que prometia mais do que aquilo que realmente vale, não tem neste momento estatuto para fazer frente aos melhores clubes da Europa. Para o FC Porto, a passagem aos Oitavos já nem é festejada efusivamente, a cultura de vitória do clube está tão enraizada que é quase obrigatório vencer!
A vitória por 2-0 (golos de Lucho e Quaresma) garante ao FC Porto o primeiro lugar do Grupo A. Apesar da entrada cautelosa, com o FC Porto receoso de perder a bola, a equipa nunca vacilou e o primeiro golo trouxe a desinibição e a tranquilidade para abordar o resto do jogo. Depois do golo, os turcos "abriram" e a partir daí foi só esperar pelo segundo para "matar" o jogo. O FC Porto mantém a consistência revelada desde o início da época e a equipa revela cada vez maior maturidade nos momentos mais delicados dos jogos. É uma equipa lúcida e pragmática à imagem do seu treinador.
Hoje, os centrais Bruno Alves e Pedro Emanuel raramente vacilaram e o já clássico triângulo de meio-campo, Assunção-Meireles-Lucho, voltou a complementar-se na perfeição. Na frente, Tarik Sektioui está muito forte no um-contra-um e tem cada vez mais confiança a abordar os lances. Assim vai ser difícil roubarem-lhe o lugar!
Agora, seguem-se os Oitavos-de-Final, com a vantagem de o FC Porto defrontar um dos segundos classificados dos outros grupos. E atenção que um regresso a Gelsenkirchen pode ser uma realidade já esta época pois o Schalke 04 foi um dos segundos!