quinta-feira, 14 de agosto de 2008

A «foto do dia» - Salvador e Kordnya

Hoje recuamos à longínqua época de 1939/40 com uma foto de um jogo entre o FC Porto e o Belenenses. A imagem foi retirada do blog 'belenensesilustrado.blogspot.com' e na altura foi publicada na contra-capa da revista “Stadium”, de 3 de Julho de 1940.
Na foto é possível identificar o guarda-redes do Belenenses de então, Salvador, e o temível avançado do FC Porto, Slavkoo Kordnya. Este jogador croata chegou ao FC Porto nessa época, juntamente com o seu compatriota Franjo Petrak, e foi fundamental na conquista do bicampeonato sob o comando de Mihaly Siska. Esta dupla croata foi responsável por 44 (!) dos golos marcados pelo FC Porto no campeonato nacional de 1939/40. Apesar de nessa altura Pinga continuar a chamar a si as atenções da maior parte do público que assistia aos jogos do FC Porto, Kordnya e Petrak acabaram por ser bem mais importantes na conquista do campeonato nacional dessa época. Aliás, Slavkoo Kordnya partilhou mesmo o primeiro lugar da lista dos melhores marcadores da prova com o sportinguista Peyroteo, ambos com 29 golos marcados.
Mas como as informações sobre esta dupla croata são muito escassas, se alguém souber algo mais sobre ambos faça favor de acrescentar.

1 comentário:

Drakonyaz disse...

Realmente é verdade que muito pouco se sabe sobre estes dois atletas, mas aqui vai o meu pequeno contributo:

Franjo "Ivan" PETRAK, nasceu na croácia, e alinhou no HASK Zagreb, antes de emigrar para França onde jogou no FC Sete (36-37),AS Cannes (37-38) e Roubaix (38-39),com o rebentar da guerra veio para Portugal onde jogou no FC PORTO (39-41) e no Estoril (43-44). Foi internacional pela Jugoslávia por 6 vezes marcando 1 golo. Como curiosidade li algures que ele casou com uma mulher rica e ficou a viver na zona de cascais depois de encerrar a carreira.

Slavko KODRNJA, nasceu na croacia em 1911, tendo jogado no Concordija Zagreb, antes sair do seu pais com destino à Suiça, mais concretamente ao Young Boys Berne(36-37), depois seguiu para França, Saint-Etienne(37-38)e Antibes(38-39)e finalmente o FC PORTO (39-41), voltando de seguida à sua terra e ao seu primeiro clube o Concordija Zagreb (41-45). Foi internacional jugoslavo 4 vezes, marcando 4 golos. Depois de encerrar a carreira tenho registo que ele treinou o NK Tekstilac (48-50).
Faleceu em 1971.