quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Acabou a Taça que só atrapalhou!

Está concluída a nossa participação na Taça da Liga. Apesar da derrota, cumpriu-se com o essencial: não desgastar os habituais titulares, evitar lesões e castigos, dar minutos de jogo aos menos utilizados e “limpar” o cartão vermelho de Fucile.
Quem levou as coisas mais a sério foram os grandes de Lisboa. Aliás, a final da prova vai-se disputar entre as duas equipas que mais vontade mostraram de vencer a competição. Apesar de pouco motivadora e mal organizada, a Taça da Liga “obrigou” os nossos rivais de Lisboa a deixar a pele em campo. Será que se tratava de salvar a época?
Jesualdo cumpriu com o prometido e, no 4º jogo na competição, voltou a dar minutos de jogo aos menos utilizados. Quanto a Paulo Bento, sabendo que na Taça da Liga poderá estar a salvação da época, não foi em poupanças e avançou com o «onze» habitual. Contudo, o seu ‘discurso das finais’ parece já não conseguir empolgar ninguém (Alvalade esteve quase vazio!). Cada clube toma decisões consoante as suas prioridades e ambições, mas convenhamos que a Taça da Liga é pouco!
A forma como a competição se desenrolou, e depois das várias confusões com os regulamentos, fez recordar a extinta Taça de Lisboa, quando Benfica e Sporting se degladiavam pela conquista do 1º troféu da época. Vão discuti-lo novamente!
Quanto ao FC Porto, entra agora na sua fase decisiva da época com os clássicos no Dragão e os Oitavos-de-final da Liga dos Campeões. O jogo do próximo domingo é de facto muito importante.

10 comentários:

dragao vila pouca disse...

Com jogos importantíssimos para o campeonato, em que tinhamos de recuperar e depois manter, a liderança, na Madeira contra o Nacional, em Braga e em Belém, com um jogo para a Taça contra um bom Leixões e em vésperas de um jogo contra o inimigo da Luz, que em caso de vitória, dos dará uma vantagem de 4 pontos... mais, com este tempo de chuva, frio, terrenos pesados e jogadores desgastados - Hulk essa força da natureza disse que acabou o jogo contra o Belenenses, muito cansado -, apoio incondicionalmente a estratégia do treinador portista.

E ontem, com uma arbitragem séria e não de um "senhor", que nos prejudicou escandalosamente e que se necessário fosse, arranjava os penaltis que fossem precisos, para nos derrotar, gostei da equipa portista até ao momento, em que uma Xistrada começou a criar uma rampa de 10% de inclinação na direcção da nossa baliza.

Serviu este jogo para que jogadores menos utilizados, pudessem mostrar que são alternativas e T.Costa, Mariano e um bom, Ansrés Madrid que no 1º jogo pelo F.C.Porto, e em condições difíceis, mostrou valor.

Um abraço

Anónimo disse...

O autor do texto disfarça uma notória frustração com imensa arrogância.
A taça da Liga é menos importante que o Campeonato? É verdade.
A liga dos Campeões é mais importante que o campeonato português? Também é verdade.
Então desista-se do campeonato também e aposte-se tudo na liga milionária.
O texto é mais sobre os grandes de Lisboa do que sobre qualquer outra coisa. Revela alguma pequenez, algum provincianismo que só se justificava há 30 anos.
O FC Porto optou por desvalorizar a particiapção nesta taça mas eu não conheço ninguém que entre numa competição para fazer má figura.
Quanto à arbitragem, qual é o adepto português que vendo a sua equipa perder não culpa o árbitro? Com a equipa B, jogando fora de casa, contra o SCP não seria este o desfecho mais natural?!! Então pq agora desculparem-se com a arbitragem?

miguel87 disse...

Só li o titulo do artigo e não podia estar mais em desacordo. Por algumas razões, mas sobretudo por esta: nós Portistas somos os primeiros a lamentar a falta de competitividade interna nas alturas em que perdemos nos confrontos internacionais e agora que esta taça da liga, quanto mais não seja, dá a oportunidade de haver mais jogos e logo com equipas de nivel mais aproximado da nossa, e por arrasto aumentar o ritmo competitivo, nós simplesmente descartamos essa hiotese!

Anónimo disse...

A este nível, qualquer jogo a meio da semana se reflecte fisicamente no jogo seguinte. Jesualdo fez muito bem! Os críticos terão a resposta nas próximas semanas. A Taça da Liga foi mal calendarizada e mal organizada. Isso não é culpa do FC Porto. Como se diz no texto, há outras prioridades.

Anónimo disse...

Pois é, caro Ricardo, mas o Sporting só jogou com 5 habituais titulares e sem o seu melhor jogador... e cinco titulares do Porto foram titulares na última supertaça...
Mas também não importa, não é? Como disse o treinador do FC Porto, tudo correu conforme o projectado.

Bruno Pinto disse...

Tudo correu conforme projectado porque Jesualdo enfrentou esta competição para dar minutos a outros jogadores e não com o intuito de a vencer. Pelo menos foi claro e objectivo.
Saudações

Visconde disse...

~Já agora pergunto: a Taça de Portugal já é uma competição interessante? Lembro-me que no ano passado foi, pelo menos até ao último jogo. Depois, o que importava é que tinham sido campeões! Ou seja, a importância vai variando consoante o resultado final. É como as arbitragens. São boas quando não prejudicam a nossa equipa. Mais uma coisa: a atitude do Jesualdo foi nojenta. Lançar miúdos a 5 min do fim quando o resultado está feito e ainda por cima é adverso não ajuda o crescimento enquanto jogadores. Ali ele quis foi mostrar que a competição era desvalorizada esquecendo-se da componente da formação...

Telmo Lopes disse...

Apresentar uma equipa secundária claro que nos inferiorizou e o adversário pôde ser realmente melhor. São opções e tb. acho que é muito mais importante vencer domingo.

ruiruim disse...

o pior é se não paparem nada... aí se calhar a taça da liga até nem era mal vinda. há que saber perder e ganhar com dignidade.

Anónimo disse...

O FCPorto fez bem em apostar na 2ª
equipa para este jogo!Mais uma vez
a arbitragem a levar os lagartos ao
´colinho´!Só se marcam estas penali
dades para aqueles lados!Já mete no
jo!...
Venham agora os sarracenos !!!

Ricardo M.