terça-feira, 16 de junho de 2009

Outra vez o defesa-esquerdo!

Será que vamos ter que voltar a correr o mundo por um defesa-esquerdo? Com a saída de Cissokho, parece que vai voltar a haver dúvidas na posição que o FC Porto tem mais dificuldade em preencher e em reforçar, a lateral-esquerda. Nos últimos 20 anos, contam-se pelos dedos de uma mão (ou quase!) os defesas-esquerdos que passaram pelo FC Porto com relativo sucesso (Inácio, Branco, Rui Jorge, Esquerdinha, Fernando Mendes, Nuno Valente, Cissokho e... pouco mais!).
Pelo que vimos nos últimos 6 meses, arriscamos a dizer que o jogador francês foi o melhor defesa-esquerdo que passou pelo FC Porto depois do brasileiro Branco (em baixo, na foto).
É curioso que Cissokho foi um dos laterais mais baratos da história do FC Porto e vai acabar por ser o mais rentável de sempre (a sua transferência pode vir a ultrapassar os 15 milhões de euros).
O súbito interesse dos grandes clubes europeus no lateral francês não foi surpreendente, porque Cissokho ocupa uma posição que é das mais difíceis de reforçar no mercado. O FC Porto teve essa experiência depois da saída de Nuno Valente (em baixo, na foto).
Cissokho tem potencial para vir a ser um dos melhores defesas-esquerdos da Europa. Contudo, a sua saída permite ao FC Porto realizar uma das maiores mais-valias da sua história. O problema será encontrar um sucessor, pois é um pouco ingrato ter de começar quase do zero depois de experimentar tantos laterais-esquerdos (Leandro, Areias, Marek Cech, Ezequias, Lucas Mareque, Lino, Benítez,...) que não se conseguiram impor depois da saída de Nuno Valente.
Agora, resta-nos aguardar pela rápida adaptação do uruguaio Álvaro Pereira (em cima, na foto). O ex-jogador do Cluj parece ter todos os atributos que caracterizam os bons defesas-esquerdos: é possante, rápido, tem cultura táctica e está completamente adaptado ao futebol europeu (disputou a última 'Champions').
Ainda assim, o FC Porto deveria colocar a possibilidade de adquirir mais um defesa-esquerdo, isto porque as outras duas opções para o lado esquerdo, Benítez e Fucile, não dão as mesmas garantias de um jogador como Cissokho. O lateral argentino foi um 'erro de casting' e não seria surpreendente se já não voltasse ao FC Porto, enquanto que Fucile seria sempre uma adaptação/solução de recurso.
Talvez um jovem com grande margem de progressão fosse uma boa alternativa ao uruguaio Álvaro Pereira.
Agora, esperemos que não nos levem mais nenhum anel, isto porque o assédio a jogadores do FC Porto (Lisandro, Bruno Alves,...) vai continuar. Já sabemos que o Prof. Jesualdo tem jeito para reconstruir equipas, mas quem quer ir longe na 'Champions' não pode estar constantemente a mudar o seu «onze» base. O FC Porto até se encontra em boa posição negocial (não tem urgência em realizar transferências), mas pode não estar preparado para uma ou outra transacção mais inesperada (Hulk, Meireles, Lucho,...).
A verdade é que a participação do FC Porto na última 'Champions', principalmente nos jogos em Madrid e Manchester, valorizou muito os jogadores. Neste momento, é quase impossível contrariar a lei do mercado!

4 comentários:

Dragaopentacampeao disse...

A força do dinheiro continua a falar mais alto, especialmente para quem tem de vender algumas pérolas a fim de equilibrar as contas.

Tem sido assim nos últimos anos e pelos vistos continuará a ser porque no fim de cada época os resultados financeiros prosseguirão teimosamente no vermelho!

Não é bom para uma equipa que pretende fazer figura internacionalmente, mas a política do FC Porto está virada para a montra Europeia, para a exposição e vendas.

Não me ralo por aí além porque paralelamente os títulos nacionais vão sendo garantidos, o que nos tem permitido que tal política funcione.

Esta época, mais uma vez, teremos de passar por adaptações de novos jogadores, por decepções e surpresas agradáveis, por vitórias e derrotas, por frustrações e júbilo, enfim por um conjunto de emoções a que estamos já habituados.

Continuo a confiar no nosso timoneiro a quem reconheço capacidade para, uma vez mais, conduzir a nau a bom Porto.

Um abraço

Anónimo disse...

Afinal parece que o problema deixa de existir, com o volte face na transação... O que até é bom, ficando-se com o defesa e inviabilizando qualquer possível acordo com o Milan para outro caso, por exemplo do Licha... Pois se há necessidade de verbas, que seja sem diminuir o potencial do clube.

Anónimo disse...

Parabens ao Paixão Pelo Porto, que até serve de enciclopédia museu para outros, do que se descobre num post à posteriori colocado num outro blog / Primeira Liga / sobre o guarda-redes Armando do Porto http://www.primeiraliga.com/pl/showthread.php?t=32974

Petição disse...

POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:

http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/