segunda-feira, 16 de junho de 2008

Aí vamos nós Champions!

A UEFA confirmou que o FC Porto foi admitido a participar na Champions League de 2008/09. O organismo máximo do futebol europeu ficará agora a aguardar uma decisão do Conselho de Justiça da Federação para se voltar a pronunciar. No entanto, uma decisão definitiva já não terá implicações nesta época, ou seja, o FC Porto vai continuar a partilhar com o Manchester United a primeira posição nos clubes com maior número de presenças na prova. «...O FC Porto foi admitido a participar na UEFA Champions League de 2008/09. Esta decisão deve-se essencialmente ao facto dos procedimentos legais em Portugal ainda não terem terminado», lê-se no comunicado da UEFA.
Mais do que premiar a equipa que dentro de campo garantiu o direito de participar na prova, a decisão da UEFA vem penalizar quem quis fazer valer os seus argumentos na secretaria. Para o FC Porto, esta decisão permite-lhe agora "arrumar a casa". Apesar de Pinto da Costa ter garantido que a decisão da UEFA não condicionaría a próxima época, é natural que nos próximos dias haja novidades quanto a permanências, saídas e entradas no plantel. Sejamos claros, é completamente diferente planear uma época com ou sem Champions League, até na gestão das expectativas dos adeptos. A Champions League é a cereja no topo do bolo dos grandes clubes europeus.
Na impossibilidade de apagar a má imagem do FC Porto a nível internacional, depois do escândalo Apito Dourado, valha-nos a complexidade da lei e o bom senso da UEFA para revogar a decisão de excluir o FC Porto da Champions. Não se pode revogar também a memória?

4 comentários:

carneiro disse...

1. Uf...

2. A decisão da CD da Liga, naturalmente vai ser anulada em recurso. Raramente se vê um "monstro jurídico" como aquele que o pavão benfiquista pensou que poderia fazer passar.

Visconde disse...

Agora que a decisão foi validada voltam a esquecer-se dos "erros" do Papa...

Anónimo disse...

Amigo Ricardo Vara:


Já ouviu (ou leu) algo sobre a...
«caça às bruxas»?

Quem são as «bruxas»?

- Rui Moreira,
- Manuel Serrão,
- Júlio Magalhães,
- Álvaro Magalhães,
- MS Tavares,

enfim...


Será verdade?

Não quero acreditar até porque o nosso adversário é o «orelhas» e a «escritora» («ex-braço direitos» e... não só, do presidente).

Cumprimentos.


PS. - Do prometido NÓBREGA, ainda dada, não é verdade?

Ricardo Vara disse...

Defini-lo como «cáça às bruxas» será excessivo. São delitos de opinião de pessoas que não considero como a verdadeira oposição. Essa não se manifesta, está à espera do "consentimento" do Presidente para avançar!

Quanto ao Nóbrega, está para breve. Pelo menos já tenho uma bela foto...

Um abraço.